Por que tranquei a faculdade?



Olááá, amores do meu mundinho!
Já fazia um tempo que eu queria fazer um post falando o motivo pelo qual desisti da faculdade de moda, não sei se é por falta de assunto pro blog ou se eu estava enrolando muito, mas aqui estou eu "escrevendo" pra vocês!

Sei que muitas meninas sonham em se tornar design de moda porque é um glamour, as pessoas ficam famosas, tem desfiles, criação de roupas, costura, dinheiro e tudo mais! Porém a faculdade de moda não é tão fácil como muitas meninas mais novas pensam, em 2014 comecei meu curso na Estácio de Sá, vou ser sincera com vocês, primeiro comecei essa faculdade mais por pressa pois eu já estava com 21 anos e pela visão dos meus pais eu tinha que fazer faculdade (já que eu não trabalhava), pois se eu me formasse, teria alguma coisa pra fazer ou ficaria "mais fácil" eu conseguir um emprego. Hoje em dia eu vejo que não é bem assim, essa história de fazer logo a faculdade pra ter um curso e já começar a trabalhar não é tão real quanto eu imaginava, é claro que sempre é bom você ter um "plano de fuga" pra não ficar dependendo sempre de pai e mãe (eu penso assim). Mas hoje em dia o mercado de trabalho está tão cruel com os jovens que estão começando à ingressar nele que a faculdade em si já não ajuda tanto quanto antigamente, temos o curso de inglês e informática que são sempre exigidos porém temos a tal experiência (você tem que ter trabalhado na sua vida pelo menos uma vez de carteira assinada pra poder ser reconhecido) e também temos agora o tal famoso curso técnico, que está sendo mais buscado no mercado de trabalho (independente do curso).

Eu comecei a fazer a faculdade em Abril de 2014, estava super empolgada porém me matriculei nesse curso mas por pressão, não sabia o certo qual curso fazer, queria que fosse algo relacionado com desenho/criação, pesquisei mais ou menos as matérias do curso de moda e me identifiquei apenas com a parte criativa, que é o momento que você busca ideias para fazer um look no papel, o desenho em si do corpo masculino/feminino, crianças/jovem/adultos e roupas. Entrei na faculdade, comecei o curso tranquila, mas na primeira semana já senti a "obrigação" do curso, claro que pra iniciar uma faculdade você tem que se dedicar e tudo mais, porém na minha primeira semana de aula já estavam passando trabalhos manuais criativos e provas, pois o curso estava atrasado e a turma precisava atingir um número de alunos pras aulas começarem, acabou que as aulas começaram tarde demais e na primeira semana já tivemos que meter as caras. Senti muita pressão e quando peguei a parte de costura e modelagem vi que não era minha praia, eu queria algo mais desenho, criativo. No mesmo momento que comecei a faculdade eu já estava fazendo jovem aprendiz e os horários não batiam, o que me deixou desanimada ainda mais com a faculdade. Cheguei na conclusão que eu preferia ganhar dinheiro do que perder, sendo que a faculdade de moda é muito mas muito cara e meu pai tava se esforçando pra me agradar. Comprei todos os materiais, ganhei um manequim feminino e em seguida tranquei a faculdade!

Resumindo: entrei na faculdade achando que era uma coisa e sai com um pensamento totalmente diferente do que eu achava no início. Não me arrependo de ter perdido meu tempo pois consegui ver qual era minha verdadeira área, o que eu realmente devo me dedicar e trabalhar. Faculdade de moda não é só o glamour, mandar e desmandar, fama, no início é bem puxado e você tem que amar muito o curso pra querer continuar! O dinheiro que meus pais gastaram está perdido, porém eu estou tendo mais oportunidades, estou participando de um programa jovem aprendiz de Assistente Administrativo (não é o curso que eu quero pra minha vida, mas é com ele que eu estou crescendo profissionalmente e me ingressando no mercado de trabalho), estou ganhando meu próprio dinheiro e agora tenho a chance de realmente ter uma pequena facilidade pra conseguir um emprego (falarei do programa em outro post).

Uma dica que eu dou pra você que tem que começar uma faculdade o mais rápido possível, não tenha pressa, seus pais estão te pressionando pra cursar logo, conversa com eles e expõe seu pensamento, se você tem uma visão além disso, explique e argumente de uma forma correta. Se mesmo assim eles insistirem, faça o curso, pois você só vai ter certeza do que quer seguir depois que você experimentar, se tiver que começar 2 cursos e trancar, faça! Mas faça sabendo que existem pós e contras, lado positivo e negativo, não faça isso porque não quer levar os estudos a sério, faça por não ter um pensamento formado sobre o que você pretende seguir no mercado de trabalho.

Outra dica, hoje em dia o curso que eu tenho certeza que está dando muito dinheiro e facilidade pra conseguir emprego é Engenharia Civil, como sei isso? O programa que participo é em uma empresa de Obra e aqui onde moro (Rio de Janeiro), o que mais tem é obras civis (tuneis e etc) e quem mais tem facilidade pra conseguir emprego nesse ramo de obra são os engenheiros civis, pois é um trabalho muito puxado e valorizado, claro que tem que ter diploma, mas o valor de um engenheiro civil é muito alto! Então fica no ar a minha dica, resta vocês pegarem ela (quem quer seguir esse ramo, é claro.).

Então amores, sei que esse post foi bem longo e que eu toquei em vários pontos além do fato de eu ter trancado a faculdade, mas o motivo em si foi pelo fato que os meus horários não batiam e que também não era o que eu realmente quero seguir na minha vida profissional. (Emprego pra design de moda não é fácil de conseguir, hoje em dia você tem que escolher sua faculdade de acordo com o ramo que você quer trabalhar, se você realmente quiser ter um dinheiro bom.)

Gostaram do post? Deixem um comentário e se quiserem saber qual foi o ramo que eu escolhi seguir na minha vida profissional peçam nos comentários! Mais pra frente falarei do programa jovem aprendiz e se quiserem falarei da minha escolha (mais que decidida) de qual curso fazer na facul.

Beijos amores e até a próxima!

You Might Also Like

8 comentários

  1. Eu te entendo muito bem, estou fazendo um curso que odeio pelo simples fato de não ter dinheiro para pagar um curso de engenharia..
    Mas estou estudando para passar no meu sonho, e espero, assim, conseguir um trabalho,porque tá extremamente difícil entrar no mercado de trabalho.



    Adorei sua postagem, parabéns!

    http://coruujando.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado, são vários pontos pra ser tocados na hora de escolher o curso, mas o que não podemos é desistir do nosso sonho! E pode ter certeza que se você conseguir realizar o seu em fazer Engenharia, você não terá tanta dificuldade em ingressar no mercado de trabalho e se você se dedicar bastante será uma engenheira de grande nome!

      Obrigada, Lays! Fico feliz por isso! ❤
      Volte sempre! Beijoos ~

      Excluir
  2. Oi! Você está certíssima! Se você começou a faculdade e não curtiu, tem que trancar mesmo! Melhor do que fazer algo que você não gosta. E quem começa a faculdade cedo (tipo eu, fiz um curso de 3 anos e comecei com 18) sempre acaba terminando cedo e ficando meio perdido na vida. Tudo o que você mais tem agora é tempo, então aproveita e quando for tomar a decisão de qual curso fazer, que seja a certa! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tirando que é melhor está satisfeito com o curso certo, do que fazer algo que não gosta e ter uma vida profissional chata. Pois além do dinheiro, do reconhecimento, o que conta também é a sua satisfação pessoal com o seu ramo! Fazer o que você gosta com amor deixa tudo mais prazeroso!

      Hoje quero focar no meu emprego e quando eu tiver com tempo sobrando eu penso em fazer minha faculdade, no momento não dá por falta de dinheiro, mas assim que surgir oportunidade eu irei agarrar!

      Amei seu comentário, Ana! ❤
      Beijoos ~
      Volte sempre!

      Excluir
  3. Já vi muitas meninas (principalmente dentro da blogosfera) escolherem o curso de moda e depois desistirem. Eu acho que faculdade não tem como saber como é realmente até estar lá dentro, temos que ir tentando até achar algo que nos satisfaça.
    Escolheu ir pra qual área depois?
    Beijos

    http://quinzemeianoite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Giulia, tirando que não são só nos que estamos na fase adulta ou jovem. Mas tem muitas crianças que já tem essa vontade, pois a mídia deixa tudo muito perfeitinho, muito cheio dos mimimis sendo que na prática não é bem assim, mesmo pra quem gosta de estudar e é esforçado, o curso acaba sendo muito puxado, pois os trabalhos manuais exigem muita dedicação e tempo, coisa que hoje em dia é difícil ter, você se dedica demais pra uma coisa ou pra hora, de qualquer jeito acaba interferindo negativamente em qual escolha você tem.

      Bem, pelo fato de eu amar desenhar e modéstia parte saber desenhar, além te gostar da parte criativa e desse ramo da internet, eu pretendo começar minha faculdade de Comunicação Social, pois nela abrange muitos outros ramos, jornalismo, rádio e web, publicidade e propaganda, marketing e outros. Já penso mesmo nesse curso me especializar no ramo da internet, pois é o que envolve blog.

      Obrigada pelo seu comentário, adorei! ❤
      Volte sempre!

      Excluir
  4. Comecei a faculdade em Outubro do ano passado e realmente percebi que muita gente entra esperando algo totalmente diferente da realidade. Eu não tive essa pressa de entrar logo em uma faculdade, fiquei dois anos sem estudar para poder resolver o que realmente queria e acho que fiz a escolha certa.
    Muito bom o post!

    http://criativamentee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá, Renata!
      Muitas pessoas assim como eu precisam entrar pra identificar o que realmente quer, acho que foi bom pra mim porque conseguir reconhecer um lado que eu nem dava bola, achava que era puro hobby! Depois de conhecer esse curso eu caí na real e percebi qual é o meu verdadeiro perfil profissional!

      Existem várias formas de saber qual curso você deve fazer, mas eu optei por começar um e trancar, pois eu tenho mania de só perceber as coisas depois que eu experimentei.

      Obrigada, flor! Fico feliz por ter gostado!
      Volte sempre, viu! ❤
      Já estou seguindo teu blog!

      Excluir